Páginas

14 de mai de 2014

De repente, 30 - S02 E01

Semana 2 – Quando você descobriu a existência dessa deidade? O primeiro contato.

Khepera

    Ah, eu gosto de besouros. 
   Onde eu morava, tinha um playground e toda hora passavam os besouros, escaravelhos negros como a noite, caminhando pra lá e pra cá. Tinha gente que judiava, outros fugiam de pavor - já eu ficava maravilhada com eles bamboleando com sua pernas compridas. Muitos eu ajudei a desvirar, emborcados naquela profusão de patas sem sair do lugar. 
    Eu sempre gostei de besouros.
   Quando eu via nos livros, páginas de besouros, lindos e preciosos como jóias - verdes, azuis, dourados, vermelhos... Aquilo era o máximo! Queria todos eles, não para colecionar, mas porque eles tinham toda minha atenção. 
   Aí a gente cresce e aprende na escola sobre o Egito. Suprise, surprise! Os egípcios usavam o escaravelho como selo real, como talismã e inclusive tinham um deus que era um escaravelho!  Era demais!
     Daí a pessoa lê livro daqui, espia dali, rouba de lá - e quem diz que nunca rasgou uma página de revista ou folha de jornal com algo que gostou, está mentindo feio - com o que conseguia encontrar sobre o assunto, de Egito e claro, do escaravelho, do deus aquele, como era o nome mesmo? Khepera. 
    Ah, eu amo o sol. Fico triste sem ele, fico irritada em dias frios, não posso ficar sem espiar pra ele de manhã. O sol me faz sorrir, me deixa seu abraço durante o dia - e, como astro rei, tem seus momentos de surto e me queima, mas eu nunca liguei pra isso.
     Eu sempre gostei do sol.
    Os anos passam, aí a gente estuda mais e pratica e lê. E...parece que ainda assim algo faltava. Não, o deus besouro não falava comigo. Era diferente. 
     Ninguém me saudou ao ar livre, enquanto eu corria por aí molecando no meio de árvores num dia de verão. Não foi com voz, mas sim com sentimento que Ele me falou e aí meu coração ouviu. Sim, sim. 

 Besouros. 
 Sol. 
 Khepera.  



Um comentário:

Hudson Araujo disse...

Que texto lindo!!!! Poética em hehehe
Dua Khepera