Páginas

10 de ago de 2011

Linguística

Em Hotep!

Ano de Ptah,logo, falar em construção é até pleonasmo.
Venho produzindo/traduzindo boa parte do que tem por aí sobre a religião que sigo em língua portuguesa. Quando comecei, há alguns anos, além da significância per se das palavras, a questão da estilística sempre esteve (e está) presente. 
Fiz algumas opções, e, dentre elas, o termo "Kemetismo Ortodoxo". 
O que ocorre é que, embora não esteja errado, o termo não está alinhado com o nome Kemetic Orthodoxy, que além de nomear a religião, é também a sua denominação legal.

Assim sendo:

Eu, Tanakhtsenu, sat Khepera her Set, mery Aset her Heru-wer, shemsu, criadora e tradutora de todos os textos e versões em português sobre a religião kemética ortodoxa deste blog, do site, twitter, canal do youtube, formspring, facebook,multiply e outras fontes de difusão digitais ou não, ainda que não citadas diretamente, declaro que:
a partir desta data, I Akhet 8, mês de Djehuty, ano 19 do reinado de Hekatawy I, regido por Ptah - 10 de agosto de 2011 - o termo Ortodoxia Kemética  é o termo correto a ser utilizado em substituição ao termo Kemetismo Ortodoxo quer por mim e por qualquer outra pessoa, membro da House of Netjer ou não, ao referir-se à religião cujo nome em inglês é "Kemetic Orthodoxy".

A autoridade que possuo para tal decisão é imputada por anos de estudo,dedicação e práticas à religião kemética ortodoxa e endossada por anos de prática profissional e estudos dedicados ao idioma inglês.
Caso alguém deseje, me disponho a mostrar as evidências semânticas e etimológicas que me levaram a adotar a mudança de termos.

Senebty,
Tanakhtsenu.

Um comentário:

ArtemisMelissa disse...

Também achei mais correto, porque - igual a gente é "reconstrucionista helênico" (o segundo termo sendo o panteão) - ser "ortodoxo kemético" faz mais sentido do que ser um "kemético ortodoxo" (que dá a impressão de ser uma 'egípcio rígido', e não 'alguém que segue a doutrina correta dos egípcios').