Páginas

27 de jan de 2013

Horrores

O mundo inteiro - literalmente - acordou com a horrível notícia do incêndio em Santa Maria. Mortes horrendas, mais de 200 pessoas que estavam em uma casa noturna. Eles faziam aquilo que a gurizada faz em noite de sábado, sair pra curtir a balada.

Se algum deles era pecador, fornicador, ímpio, invocador de espíritos, seguidor do diabo, tinha karma de outra vida ou qualquer bestagem fatalista? Desconheço, assim como a grande maioria das pessoas que estão a falar sobre isso no dia de hoje e nos dias que seguirão.

"Todos eles estavam em isfet?". Não. Em isfet, os donos do local ao negligenciar a segurança, ao fazer pouco caso das providências que devem ser tomadas para garantir que em caso de emergência o dano seja o  menor possível. Em isfet, a pessoa que usou um rojão ou o que foi durante o show sem se informar se isso era permitido e seguro. Em isfet, o segurança que dificultou o acesso à saída das pessoas. 

Notem que isfet está em momentos e atos cometidos, não em uma dimensão fixa permanente. Não nascemos em isfet, provocamos isfet - e assim como essas pessoas, nas situações que eu apontei cometeram isfet, elas também trouxeram ma'at. Não, não quero eximir responsabilidades, apenas estou mostrando um pouco do outro lado também.

É claro que um bom ato não significa necessariamente que se corrigiu um ato mau pois tudo é diferente. Nossos atos em isfet são tão lembrados como nossos atos em ma'at no dia do Julgamento.Entretanto, os responsáveis por toda essa noite de horror, não terão seus kau refrescados e puros. Seus corações estarão pesados por terem ido contra várias das purificações de Ma'at. A reparação será feita, neste ou em qualquer outro mundo.

Não, não é justo e certo que tantos tenham partido para o Oeste assim tão cedo e de um jeito tão horrendo.Mas deus algum, deste ou de outro panteão tem algo a ver com isso. 
Por essa razão, meus sentimentos e preces para que a jornada ao Duat dos que partiram seja tranquila. Que Yinepu e Nebthet os conduzam e guardem.Um milhão de vezes eles tenham seus kau refrescados durante a jornada.
Que Sekhmet e Djehuty estejam atentos aos profissionais da saúde que estão trabalhando para cuidar dos feridos.
E que Ma'at cure as feridas e a dor das famílias que perderam seus queridos.Que seus kau possam ser refrescados e seus ib sejam confortados, hoje e sempre.

2 comentários:

Anônimo disse...

Gostaria de obter mais informações sobre a cultura egipicia e o kemetismo ortodoxo. Aguardo contato: gui_debem@hotmail.com

Parabéns pelo blog

Anônimo disse...

Parabéns pela explanação sob a ótica kemética, muito apropriada ao momento, sem dúvida.